domingo, 27 de setembro de 2009

Deus não pode ser provado pela razão (Kant)


Deus não pode ser provado pela razão (Kant)

Depois de mostrar que nós só alcançamos o mundo dos fenômenos, e é só a partir daí que podemos fazer juízos, Kant nos mostra que a questão de se Deus existe ou não, não pode ser provada pela razão.


Seja qualquer e quanto se queira o conteúdo do nosso conceito de um objeto, nós sempre temos que sair dele, para conferir existência a esse objeto.
Nos objetos dos sentidos isso acontece mediante a conexão com uma das minhas percepções, segundo leis empíricas; mas para os objetos do pensamento puro absolutamente não há meio de conhecer a sua existência, porque esta deveria ser conhecida inteiramente a priori.
Mas a nossa consciência de toda existência (ou pela percepção, imediatamente, ou por raciocínios que unem alguma coisa à percepção) pertence em tudo e por tudo à unidade da experiência; e se a existência fora desse campo certamente não pode ser declarada absolutamente impossível, constitui, porém, uma hipótese que não temos como justificar.
O conceito de um Ser supremo é uma idéia útil sob muitos aspectos; mas, justamente por ser uma simples idéia, é incapaz, por si só, de ampliar o nosso conhecimento a respeito do que existe...
Todo o trabalho e o estudo investido no tão famoso argumento da existência de um Ser supremo foram, portanto, perdidos; e um homem, por meio de simples idéias, certamente não se enriqueceria de conhecimentos, da mesma forma que um mercador não poderia se enriquecer de dinheiro se, para melhorar a sua própria condição, acrescentasse alguns zeros em seu livro-caixa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário